Governo do Distrito Federal
15/03/22 às 16h55 - Atualizado em 18/05/22 às 17h16

Seape/DF lança campanha de doação de livros

COMPARTILHAR

Projeto pretende atualizar o acervo literário das bibliotecas das unidades prisionais do DF

 

 

Incentivar a leitura e a cultura a todos os reeducandos do sistema penitenciário do DF. Essa foi a premissa que a Gerência de Políticas Penitenciárias (GPP) da Seape/DF adotou quando decidiu lançar a campanha Leitura Livre. A iniciativa faz parte das ações promovidas pela Seape divulgadas no 1º Encontro Distrital de Educação Prisional do DF, em consonância com a resolução 391/2021 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com a gerente de políticas penitenciárias, Amanda Brandão, o objetivo principal do projeto é estimular a leitura ofertando os mais diversos títulos literários a todos os custodiados do DF.

 

“Queremos promover a democratização da leitura, aproximando os apenados dos livros, para assim transformar a forma como eles enxergam a vida. A Seape entende o poder transformador da educação e acredita que só a educação liberta. Para isso, apostamos na leitura não só como agende de mudanças, mas também como companhia nos momentos de solidão no cárcere. Sabemos que a leitura pode amenizar esse sentimento e proporcionar grandes descobertas”, afirma.

 

Para o secretário de Administração Penitenciária Wenderson Teles, “a leitura auxilia no processo de reintegração social do reeducando, uma vez que desenvolve valores éticos e faz com que se perceba novas possibilidades e novos caminhos quando ganharem a liberdade. A Seape se preocupa com políticas de valorização ‘intra muros’ e isso significa dizer que estamos fornecendo ferramentas para que o reeducando seja um cidadão protagonista da sua ressocialização”, destaca Teles.

 

A campanha

Clubes de leitura e a leitura livre terão a participação voluntária dos reeducandos que poderão se reunir mensalmente para por algumas horas para ler uns para os outros, discutir sobre os temas, indicar livros. Aqueles que mais se destacarem podem ser mediadores de leitura auxiliando outros custodiados no descobrimento do universo que a leitura proporciona.

 

Renovar

 

Os postos de atendimento do Na Hora, a sede da Seape e as unidades prisionais irão receber as doações de obras literárias (romances, contos, poesias, crônicas, biografias, auto-ajuda, cordéis e obras de entretenimento) nesse primeiro momento não serão aceitos livros didáticos ou acadêmicos já que não se enquadram à proposta do projeto.

 

Atualmente o sistema penitenciário do DF possui 8 bibliotecas, cumprindo a determinação da Lei de Execuções Penais (LEP). Com as doações, pretende-se ofertar as obras literárias para todos que estejam custodiados, homens e mulheres, provisórios ou sentenciados.

 

Onde doar:

Sede da Seape/DF Setor Bancário Sul, Qd.02, Bl. G, Lote 13 – Brasília/DF

 

Unidades de Atendimento Seape/Na Hora (Funcionamento: de segunda à sexta-feira, das 7:30h às 19h)

 

Rodoviária do Plano Piloto: Plataforma Inferior

 

Taguatinga: QS 3 Lote 11 Lojas 4 a 8

 

Riacho Fundo I: Shopping Riacho Mall, 2º Andar

 

Ceilândia Norte: Centro de Artes e Esportes U.Céu Artes

Secretaria de Estado de Administração Penitenciária - Governo do Distrito Federal

SEAPE

Secretaria de Estado de Administração Penitenciária – SEAPE SETOR BANCÁRIO SUL, QUADRA 02, BLOCO G, LOTE 13 CEP: 70070-120
Telefone: 3335-9517 |
E-mail: gedoc@seape.df.gov.br