Warning: session_start(): Cannot start session when headers already sent in /mnt/portais_gdf/var/www/html/site_sesipe/public/wp-content/themes/themes-default-gdf/header2.php on line 1
Diretoria Penitenciária de Operações Especiais – Secretaria de Estado de Administração Penitenciária
Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/11/21 às 18h10 - Atualizado em 23/11/21 às 18h11

Diretoria Penitenciária de Operações Especiais

 

A Diretoria Penitenciária de Operações Especiais, foi criada por meio do Decreto nº 21.226, de 26 de maio de 2000, constituindo Unidade de operações especializadas da Polícia Penal do Distrito Federal com a incumbência de realizar ações preventivas à ocorrência de eventos críticos e de modular a aplicação das alternativas táticas disponíveis em ações repressivas no âmbito do sistema prisional, bem como a realização de escoltas e recambiamentos interestaduais e proteção de autoridades. A Unidade se estabeleceu no cenário nacional como referência em procedimentos e intervenção prisional e profissionalizou a realização de escoltas no âmbito do sistema penitenciário do Distrito Federal.

 

Além das ações de rondas ordinárias, operações de revistas em pátios, alas, celas e internos, proteção de autoridades em visita às unidades prisionais, a DPOE apresenta faceta de atuação extramuros em ações de recaptura de fugitivos, eventuais cumprimentos de mandados de prisão, apoio a ações de fiscalização de custodiados, ações expositivas do trabalho policial penal e ações integradas com outras forças.

 

RECAPTURA DE FORAGIDOS e CUMPRIMENTO DE MANDADOS DE PRISÃO

No ano de 2021 o Núcleo de Inteligência da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais – NI/DPOE quebrou o próprio recorde de prisões efetuadas ultrapassando a marca de 177 prisões. O Núcleo é composto por operadores oriundos da DPOE cumprindo a doutrina de integração entre o serviço de inteligência e o serviço tático, ou seja, os dados trabalhados no âmbito da inteligência desembocam em ações táticas de recaptura.

 

O levantamento de dados é feito por investigações internas, pesquisa de campo ou por via de denúncia anônima pelo telefone (61) 99451-0650. Além disso, ocorre a prospecção de mandados de busca e apreensão (Mandados de Prisão) expedidos e ainda não cumpridos aos quais é dado o devido cumprimento após a análise de inteligência optando-se por ações de inteligência ou ações táticas a depender da situação.

 

AÇÕES DE FISCALIZAÇÃO DE CUSTODIADOS

O serviço de fiscalização de apenados é mormente realizado por Gerência de Operações de Fiscalização, enquanto a DPOE presta apoio tático às ações desempenhadas. Esse apoio nasceu inicialmente da “Operação Braço Longo da Lei”, ocorrida em 2015 e executada pela antiga Subsecretaria do Sistema Penitenciário, atual Secretaria de Estado de Administração Penitenciária. A operação hoje intitulada “Operação Fênix” tem a coordenação e fiscalização realizada pela Gerencia supramencionada, enquanto a DPOE coordena equipe tática de apoio, a qual busca alcançar áreas de alto risco a fim de garantir a segurança das equipes de fiscalização e a identificação de reeducandos em locais que não poderiam frequentar ou adentrar.

 

As ações têm se mostrado bastante eficientes com impacto direto na redução dos índices de criminalidade e melhoria da sensação de segurança do local onde a operação é desencadeada.

 

AÇÕES REALIZADAS EM INTEGRAÇÃO COM OUTRAS FORÇAS E NÚCLEO DE OPERAÇÕES COM CÃES

Por ser Unidade de Operações com tradição operacional de longa data e devido a qualidade dos serviços prestados, ações em integração com forças coirmãs são relativamente constantes sendo organizadas pela alta gestão. Esse tipo de ação busca dar maior sensação de segurança aos cidadãos ou para atingir algum objetivo específico de interesse da Segurança Pública.

 

Além disso, a DPOE por vezes é instada a participar da Força de Intervenção Prisional Integrada ou congênere estadual. Novamente, a demanda é levada à alta gestão para deliberação sobre o emprego da Unidade caso a caso.

 

A DPOE possui em sua estrutura canil que vem se renovando a cada dia e aperfeiçoando o treinamento com os cães e o entrosamento com equipes táticas de apoio. O resultado tem sido a atuação em conjunto com outras Unidades de Operações com Cães. Atualmente os cães da DPOE tem sido empregados em ações preventivas dentro e fora das unidades prisionais nas quais sempre têm logrado êxito em localizar entorpecentes.

Secretaria de Estado de Administração Penitenciária - Governo do Distrito Federal

SEAPE

Secretaria de Estado de Administração Penitenciária – SEAPE SETOR BANCÁRIO SUL, QUADRA 02, BLOCO G, LOTE 13 CEP: 70070-120
Telefone: 3234-6406 |
E-mail: gedoc@seape.df.gov.br