Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/09/15 às 17h25 - Atualizado em 30/10/18 às 14h50

Internos do Sistema Penitenciário participarão da limpeza das margens do Lago.

 

Semana Lago Limpo tem início na segunda-feira

Haverá retirada de lixo e identificação de captações irregulares nas águas do Paranoá, além de ações de educação ambiental

Começa na segunda-feira (14) e vai até o dia 19 a Semana Lago Limpo, ação anual em que serão retirados lixo e objetos jogados indevidamente no Lago Paranoá. A programação, organizada pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), inclui ainda a identificação de captações irregulares.

Também durante o período, serão ministradas aulas com temática ambiental para 60 professores da rede pública de ensino em um barco-escola no dia 14 — sem custos extras para a administração — e na sede da Adasa dos dias 15 a 17.

A limpeza do reservatório contemplará pontos mais críticos das margens e será feita de 15 a 18 de setembro por 80 reeducandos da Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal, da Secretaria de Justiça e Cidadania, com o apoio do Sesi. No ano passado, esse trabalho resultou no recolhimento de 6,4 toneladas de lixo. Equipes de mergulhadores ficarão responsáveis por retirar resíduos sólidos do fundo do lago.

Com o auxílio de dois barcos, equipes da agência reguladora, do Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e da Polícia Militar Ambiental vão procurar pontos de captação irregular e notificar os usuários responsáveis, que poderão ser posteriormente multados. Em 2014, foram encontrados 114 pontos de captação irregular de água e 16 locais de despejo de esgoto.

O encerramento da Semana Lago Limpo, no dia 19, terá atividades gratuitas no Parque das Garças, no Lago Norte, a partir das 9 horas. Haverá, entre outras coisas, prática de stand-up paddle (espécie de remo em pé em uma prancha), oficinas de reciclagem, feira de trocas de artigos infantis, exposição fotográfica e shows musicais.

Níveis da água
A limpeza do Lago Paranoá é facilitada pelo rebaixamento do nível da água, que ocorre todos os anos em setembro e outubro. A redução — causada pela baixa umidade do ar e pela abertura, por parte da Companhia Energética de Brasília, de comportas na barragem do Paranoá — é necessária para um trabalho de desassoreamento (retirada do acúmulo de areia, entulhos, pedras etc.) previsto para a região onde deságua a rede de drenagem pluvial do Setor Noroeste, próximo à ponte do Bragueto.


Na quarta-feira (16), a lâmina de água chegará à mínima de 999,7 metros (altitude em relação ao nível do mar). Ela voltará a subir na última semana de setembro e ganhará um centímetro por dia. Em outubro, será elevada até 999,9 metros para a realização de um evento de vela, organizado pela Federação Náutica de Brasília. Em seguida, durante o período de chuvas, o nível continuará a subir até atingir 1.000 metros. O rebaixamento previsto não compromete as diversas atividades do lago, como geração de energia, pesca e esportes náuticos, entre outros.

 

Secretaria de Estado de Administração Penitenciária - Governo do Distrito Federal

SEAPE

Secretaria de Estado de Administração Penitenciária – SEAPE SIA Trecho 3, Lotes 1379/80 - CEP: 71.200-032 Telefone: 3234-6406 | E-mail seapedf.gedoc@gmail.com.